HISTÓRICO

A PUC-Rio foi fundada em 1941, por Dom Sebastião Leme e pelo Pe. Leonel Franca, SJ, e reconhecida pelos órgãos governamentais brasileiros pelo Decreto 8.681, de 15 de janeiro de 1946. Por decreto da Congregação dos Seminários, em 20 de janeiro de 1947, a PUC-Rio passou a estar vinculada, também, à Santa Sé, recebendo o título de Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Nesse mesmo ano de 1968, o Departamento de Teologia foi erigido e integrado ao recém-criado Centro de Teologia e Ciências Humanas (CTCH) da PUC-Rio. Em 1972, foi criado o Programa de Pós-graduação (mestrado e doutorado) reconhecido pela Santa Sé por meio da Sagrada Congregação para a Educação Católica. Em 1977, a Capes, que possuía função de indução, supervisão e fomento do sistema, inicia um processo de sistematização de avaliação de Programas. A PUC-Rio enviou os dados da Teologia, a qual recebe, nos dois primeiros anos a qualificação “SC” (sem conceito), enquanto não havia concluído suas defesas. Em 1979, a Teologia recebe o conceito “A”, maior de então, indicando o reconhecimento da excelência das atividades de pesquisa e produção de conhecimento teológico.

Quando, em 1995, a Capes passa por uma reestruturação e fortalece-se como instituição responsável pelo acompanhamento e avaliação dos cursos de Pós-graduação stricto sensu já existentes no Brasil, dentre os mais de mil cursos de mestrado e dos seiscentos de doutorado, permanecem os cursos de doutorado e mestrado em Teologia da PUC-Rio. Tal acompanhamento e avaliação realizados pela Capes são formalizados em 29 de novembro de 1995, através da portaria 1.461, publicada no Diário Oficial de 11 de dezembro do mesmo ano.

O Programa fazia parte da Área Filosofia/Teologia, tendo sempre sido avaliado nos estratos de excelência. O Programa estrutura-se em duas áreas de concentração: 

  • Teologia Bíblica
  • Teologia Sistemático-Pastoral

São áreas já tradicionais na história do curso de Teologia da PUC-Rio e a PUC-Rio vem a entender, através da apreciação dos processos de avaliação da Capes, que sua estrutura curricular está consolidada e faz com que o Programa tenha um papel destacado no cenário teológico acadêmico nacional e internacional.

São mais de quarenta e cinco (45) anos de pesquisas. O ponto de partida desse trabalho de investigação é a relação entre as afirmações positivas e consolidadas da teologia e as diversas realidades humanas que as interrogam.

OBJETIVOS DO PROGRAMA

Objetivo geral:

  • Contribuir para o progresso da reflexão teológica acadêmica, observando as características e o rigor metodológico previstos para os estudos de Pós-Graduação. O Programa tem em vista ser um centro de excelência acadêmica, através das pesquisas e dos estudos avançados que conduz.

Na sua contribuição acadêmica, o Programa organiza-se em duas áreas de concentração, que se relacionam e interagem entre si, tendo cada qual seu perfil. Em relação às especificidades de atuação geral do Programa, e aplicando-se a ambas as áreas de concentração, desdobram-se alguns objetivos específicos.

Objetivos específicos, quanto à abertura para o diálogo e a interdisciplinaridade:

  • Em ambas as áreas de concentração, realizar pesquisas com forte abertura ecumênica e inter-religiosa.
  • Dialogar com o atual cenário histórico-sócio-cultural do Brasil, da América Latina e demais partes do mundo. 
  • Dar especial atenção à interdisciplinaridade, à multidisciplinaridade e à transdisciplinaridade.

Objetivos específicos quanto à metodologia e a busca de interação e formação de redes:

  • Explicitação metodológica: Para a realização do seu objetivo acadêmico geral, o Programa busca valorizar pesquisas de alto rigor científico, seja quanto à metodologia científica geral, seja quanto às metodologias que são próprias da ciência teológica, em especial aquelas que são mais adequadas para a realização das investigações e obtenção dos resultados de cada uma das duas Áreas de Concentração do Programa.
  • Explicitação da busca de novos aprofundamentos, interações e formação de redes: Outro objetivo em vista é contribuir para a consolidação, o aprofundamento e o desenvolvimento do saber teológico de qualidade, tanto em âmbito nacional como internacional, dialogando com os demais centros de investigação, no intuito de formar pesquisadores, docentes de nível superior, líderes religiosos, pastoralistas e assessores nos diversos âmbitos da produção de conhecimento da Área 44.

PERIÓDICOS

REVISTAS DO PPG EM TEOLOGIA DA PUC-RIO